soft skills e hard skills

Quando eu falo de soft skills e hard skills a maior parte das pessoas me olha como se eu fosse um ser que acabou de chegar do futuro trazendo uma novidade, e está tudo bem! Nem todo mundo tem obrigação de saber sobre esse assunto.

Quem tem é quem quer evoluir quando o assunto é gestão e liderança. Aí sim, esse sujeito precisa conhecer a fundo esse conceito e o que há por trás dele, sem sombra de dúvidas.

Sendo assim, a seguir vou falar mais com vocês sobre tudo que é necessário saber a respeito de soft skills e hard skills, para que esses conhecimentos ajudem no aprimoramento do seu trabalho e dos seus avanços quando o assunto são os negócios! Vem conferir!

Entenda o que são soft skills e hard skills

A maior parte dos empreendedores não faz a menor ideia do que são as soft skills e hard skills, e se esse é o seu caso é hora de ajustar esse conhecimento de uma vez por todas.

Falarei primeiro de uma forma mais geral: esse conceito está diretamente relacionado à qualificação de qualquer candidato a uma vaga de trabalho, e toda essa lógica se baseia à tradução do inglês para o português dessas expressões. Nesse sentido, que fique claro: “skills” quer dizer no nosso idioma “habilidades”.

A compreensão a partir desse contexto tem a ver com a ideia de que as aptidões de um alguém são intuitivas. É claro que esse é apenas o preceito mais global, mas faço questão de ir para uma divisão mais específica dessa ideia, para você entender bem o que eu quero falar:

  • Hard Skills – Vou começar por elas, porque elas costumam ser as mais comentadas à primeira vista. Por muito tempo as pessoas diziam que era a principal fonte de análise de um profissional, a sua hard skill, e o motivo é bem simples: há a noção de que certas habilidades podem ser medidas de alguma forma, quando elas vêm a partir da aquisição de um diploma, ou da comprovação de um estágio, por exemplo.

Sendo assim, se a gente for sintetizar a ideia dá para dizer que hard skills são aquelas que aprendemos em cursos, em treinamentos e até mesmo em workshop.

É o caso, por exemplo, do conhecimento em um outro idioma, da graduação que podemos fazer, de estudos mais técnicos, de um mestrado ou doutorado, e ainda de aprendizados relacionados à informática, isso para citar apenas algumas habilidades.

Elas obviamente são fáceis de serem reconhecidas e entendidas, e por esse motivo normalmente o candidato as colocam em seus currículos. É fácil comprovar se a pessoa de fato as têm, porque exige uma prova social específica.

Se o indivíduo realmente consegue elaborar o que aprendeu aí é uma outra questão, que pede que os recrutadores estejam bem atentos.

Resumindo: Hard skills são competências técnicas absorvidas através de estudos.

soft skills e hard skills 3

  • Soft Skills – De modo geral, é bem mais complicado perceber e identificar as soft skills, de verdade mesmo. As soft skills não são percebidas por diplomas apresentados ou por experiência comprovada, porque são habilidades sócio-comportamentais, conectadas às aptidões mentais e também a inteligência emocional.

Normalmente elas não são fáceis de serem compreendidas ou entendidas, e abrangem uma série de descobertas pessoais do indivíduo, que são assimiladas com o passar do tempo e a medida que situações variadas acontecem.

Cada colaborador vai valorizar um tipo de soft skill, isso é óbvio, mas de modo geral o que é mais relevante para essas pessoas é a comunicação interpessoal, a capacidade de persuadir, a proatividade, a facilidade para resolver conflitos, a facilidade em trabalhar sob pressão e o senso de liderança, além na vantagem analítica;

Resumindo: Soft skills são as habilidades comportamentais, tais como: comunicação, liderança, resiliência, criatividade, atitude e por ai vai.

soft skills e hard skills 4
Veja se é importante buscar as soft skills e hard skills nos seus funcionários

É, e muito! Tanto nos funcionários que você já contratou quanto naqueles que você ainda vai contratar precisam apresentar soft skills e hard skills que se encaixem nas premissas da empresa. Por isso que eu sempre falo: recrutamento e treinamento são tudo para um negócio, tudo! Absolutamente tudo!

Tem muito recrutador, aliás, que foca mais nas hard skills, e no processo seletivo não repara nas questões específicas relacionadas às soft skills, e isso é péssimo, porque um bom profissional não se faz apenas com estudos ou experiências relacionadas à academia.

Da mesma forma, ver se a pessoa fala bem, ou se comporta idealmente sob pressão, ou se ela tem análise boa não é suficiente, porque em muitos casos isso não significa que ela tem o preparo necessário para ocupar determinado cargo.

Na maior parte as empresas contratam por habilidades técnicas e mandam embora por habilidades comportamentais, e isso se torna algo completamente insano!

Como vou comprar um carro avaliando a quantidade de potência que ele tem no motor e vou ficar insatisfeito e vender ele porque não tem computador de bordo? Não faz o menor sentido! Preciso avaliar aquilo que é pré-requisito para a minha necessidade e o que a vaga dentro da minha empresa exige.

Além disso, essas coisas se complementam e podem ser desenvolvidas depois do profissional ser contratado. Ele pode avançar como alguém que tem as hard skills que você precisa, mas as soft skills ainda não, ou vice e versa. Isso existe, e na ânsia de termos acesso aos indivíduos mais ideais para os nossos postos muitas vezes ignoramos que se a pessoa tem disposição para aprender e crescer ela é bem-vinda.

Lembre-se: Quem erra no recrutamento, gasta o dobro em treinamento!

A sua empresa não é cabide de emprego e não se deve abrir as portas para todo mundo, o processo seletivo deve ser rigoroso e sempre buscar alinhar as expectativas do empreendimento com a realidade dos possíveis contratados.

Você deve fazer do processo seletivo uma forma de contratar o melhor profissional que a sua empresa consegue reter e aquele que tiver a maior aderência ao cargo que está disponível.

Mesmo o líder de sempre buscar avançar em seu desenvolvimento, independentemente das soft skills e hard skills que ele já domine. Isso é praxe e é da vida humana.

Abaixo listei 125 soft skills para entender a imensidão de habilidades comportamentais que existem:

soft skills e hard skills 2

Caso você seja uma pessoa mais visual, gravei dois vídeos falando sobre como desenvolver essas habilidades e dando exemplos práticos do dia a dia dos resultados que as soft skills trazem para a vida, assista o vídeo abaixo:

 

Sendo assim, a minha dica para você que está começando agora a se familiarizar com esse conceito é que busque entender mais a fundo o que são as soft skills e hard skills e entenda as que seus funcionários tem, as que eles poderiam ter e as que são indispensáveis para futuras contratações.

Não sabe como fazer isso? Tenho um treinamento de Gestão Empresarial com todas as ferramentas que você precisa para se tornar um líder de alta performance e treinar o seu time de líderes, caso queira saber mais clique aqui.

Comenta aqui embaixo, quais ações vai tomar para começar a desenvolver essas habilidades em você?

 

Um grande abraço e façamos um ótimo dia!

Fernando Talaia

0
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *